cancer-de-mama-quem-devo-procurar-o-oncologista-ou-o-mastologista-scaled

Câncer de mama: quem devo procurar, o oncologista ou o mastologista?

O câncer de mama é uma doença grave e perigosa, sendo o tipo de neoplasia que mais mata as mulheres no mundo. Quanto mais rápido o diagnóstico, maiores as chances de cura. Porém, nesse momento surge uma dúvida muito comum: procurar o mastologista ou o oncologista?

Você sabe a resposta? Então, leia esse artigo. Nas próximas linhas você vai entender um pouco mais sobre a atuação de cada um desses profissionais.

Qual a área de atuação do mastologista?

A mastologia é a especialidade médica que estuda a conformação, o funcionamento e as afecções da mama, sejam elas congênitas, adquiridas ou relacionadas. Além disso, ele também propõe e realiza cirurgias, reparações e exames clínicos.

Esse profissional é especializado em tratar e diagnosticar todos os problemas relacionados à glândula mamária, desde alterações benignas até o câncer de mama. A mastologia surgiu em razão do avanço e da complexidade da medicina no tratamento dessa neoplasia.

O mastologista também é habilitado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) a realizar exames de imagem, biópsias, cirurgias, reconstrução mamária, cirurgias estéticas da mama e até a quimioterapia.

Apenas por essa descrição já é possível entender que essa é a especialidade médica que deve ser procurada para o diagnóstico e tratamento do câncer de mama. Porém, essa não é a única doença tratada por esse profissional. 

Existem diversas patologias que são observadas pela mastologia, tais como a presença de nódulos nas mamas, assimetrias, mastites e ginecomastias.

Quando procurar este profissional?

Para pacientes que não tenham histórico familiar de doenças na mama e/ou não se enquadrem nos fatores de risco para o câncer, a recomendação padrão é de que a primeira consulta seja realizada após os 35 anos de idade.

Isso porque também é a idade indicada para a realização preventiva da mamografia. Após os 40 anos, esse exame deve ser feito anualmente. 

Quando o paciente possui histórico familiar, sente dor na região ou já percebeu a presença de algum nódulo nos seios, esse especialista  precisa entrar na rotina de consultas médicas o quanto antes.

É importante mencionar que não há a necessidade de esperar a prescrição do seu ginecologista para procurar um mastologista. Assim como qualquer outra especialidade, você pode ir diretamente ao profissional.

Mas então, o que faz um oncologista?

O oncologista é o médico que atua na análise, diagnóstico e no tratamento dos tumores malignos em qualquer parte do corpo. Além disso, também pode ser consultado para a realização de exames preventivos para evitar o câncer.

A oncologia pode ser definida como o estudo das massas ou dos tumores. Apesar de não ser o médico responsável pela cura do câncer, o objetivo inicial do tratamento sempre será eliminar a doença. Porém, quando não é possível, o foco passa a ser o controle dos sintomas.

No caso do câncer de mama, o mastologista é quem diagnostica e trata a doença. Entretanto, a paciente pode ser encaminhada para um oncologista ou ele irá integrar a equipe médica envolvida no tratamento.

A partir da leitura desse artigo, tenho certeza que você já sabe distinguir a área de atuação de um mastologista e de um oncologista. Ao primeiro sinal de qualquer alteração nas mamas, não hesite em ir ao médico. Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe